Image file medium

Setor da construção poderá participar à distância das reuniões sobre Normas Técnicas

19 de Abril de 2017

Thumb solucoes tecnicas

A partir deste ano, as reuniões para a criação, atualização e realinhamento de Normas Técnicas devem ganhar um novo impulso no setor da construção civil. É que a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) vai implantar um sistema online que permitirá a atuação mais efetiva de toda a cadeia produtiva nas discussões normativas.

A iniciativa atende a uma antiga solicitação da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), por meio da sua Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (COMAT). O objetivo é ampliar a atuação dos empresários e técnicos da construção de todo o País nessas discussões, pois o conhecimento das normas que regem um negócio é considerado fundamental para sua manutenção, desenvolvimento e qualidade.

“A ABNT percebeu a necessidade de oferecer um agente facilitador para aqueles que querem participar das normas em locais onde as mesmas não estão sendo discutidas. Agora, se a discussão for em São Paulo e a pessoa estiver em Brasília poderá participar via internet”, destacou o gestor do Comitê Brasileiro da Construção Civil (CB-002) da ABNT, Salvador Benevides.

Mecânica do sistema

A ideia é implantar oficialmente a plataforma online para todas as normas. Para isso, a ABNT conta com apoio da CBIC e das entidades associadas (Sinduscons) que serão as responsáveis por preparar, em suas sedes, as salas com os equipamentos necessários para as webconferences.

Essas participações serão válidas e registradas como presenças em lista, que será posteriormente encaminhada à Secretaria da ABNT/CB. Os Sinduscons interessados em realizar as reuniões devem formalizar o pedido junto ao CB-002, para a definição das datas das reuniões e comprometimento do gerenciamento do processo.

Requisitos técnicos

Para participar da reunião Webex, é simples. O interessado precisa de um computador com navegador e uma conexão de internet banda larga, com velocidade mínima de 10 mega bites por segundo (mbps), porém é recomendado 30 mbps ou mais rápida; caixas de som; link de acesso à reunião, enviada por email; webcam e microfone.