Medium cart c3 a3o%2breforma%2bcerim c3 b4nia%2b1

Cartão Reforma vai aquecer comércio de materiais de construção

30 de Novembro de 2016

Thumb venda mais

O Cartão Reforma, criado pelo governo federal, irá atender pessoas de baixa renda que necessitam reformar suas casas. O orçamento previsto é de R$ 500 milhões e o programa terá início em 2017.

 

Na cerimônia de lançamento, no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer afirmou que esta iniciativa vai aquecer o comércio de materiais de construção e gerar empregos.

 

“Quando fazemos isso estamos (…) não só prestigiando aqueles que fazem os materiais de construção, como também o emprego, que é outra tônica do nosso governo. Não há outra fórmula de gerar emprego se não incentivar a iniciativa privada”, disse o presidente.

 

Mecânica do programa

 

O Cartão Reforma vai oferecer o valor médio de R$ 5 mil para famílias que possuem renda bruta mensal de até R$ 1,8 mil para adquirir materiais de construção destinados a reformar, ampliar ou concluir moradias. O repasse da verba será feito pelo Ministério das Cidades, via Caixa Econômica Federal, que disponibilizará o cartão para famílias selecionadas.

 

O valor máximo financiado pelo Cartão Reforma será de R$ 9 mil, possibilitando pequenas obras, como pintura, colocação de telhado, construção de banheiro, etc.  

 

De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), de 2010, do IBGE, 7,6 milhões de moradias do Brasil precisam ser reformadas. Deste total, 3,6 milhões pertencem a famílias na faixa de renda atendida pelo programa.