Medium texto 80 20dos 20brasileiros 20adiaram 20ou 20pretendem 20adiar

80% dos brasileiros já adiaram ou pretendem adiar a reforma da casa até dezembro

12 de Novembro de 2015

Thumb venda mais

O consumidor vem mudando rapidamente seus hábitos de consumo em função do atual cenário da economia. Uma pesquisa realizada pela consultoria Officina Sophia Retail, revelou que 7 em cada 10 brasileiros já fez ou têm intenção de fazer mudanças concretas para economizar no orçamento doméstico. Todas as classes sociais foram impactadas e fizeram seus cortes.

Para equilibrar as contas, os consumidores estão cancelando assinaturas de revistas e jornais, comprando produtos de limpeza mais baratos, economizando nas contas de energia e água, reduzindo almoços e jantares fora de casa, assim como viagens de final de semana. Eles também estão adiando a compra de eletrodomésticos, de celulares e móveis, e estão deixando de comprar produtos importados.

Reformas

A pesquisa mostrou ainda que 57% das pessoas já adiaram a reforma da casa e outros 23% pretendem fazer o mesmo até dezembro. O impacto foi maior foi no Norte e Nordeste, onde 66% dos entrevistados já adiaram a reforma, seguidos pelo Sudeste (59%) e Sul (52%).

“Os dados indicam também que a Classe B já apertou bastante o cinto e as Classes A e C não tem boas perspectivas para o ano, pois ainda planejam aumentar cortes neste segmento”, afirma Valéria Rodrigues, diretora da consultoria e responsável pela pesquisa, que consultou 500 pessoas.

Valéria Rodrigues, presidente da Officina Sophia e responsável pela pesquisa.

Driblando a falta de dinheiro

Segundo a pesquisa, além de gastar menos, os consumidores estão adotando outras estratégias para reorganizar o orçamento. Uma delas é o rodízio no pagamento de contas, ou seja, deixa-se de pagar uma para pagar outra. Essa prática está sendo usada principalmente pela classe C (51%), seguida pela Classe B (42%) e A (29%).

Outro hábito cada vez mais comum para 47% dos consumidores das classes A e B e 43% da C é concentrar as contas no cartão de crédito para ganhar mais tempo para pagar as despesas.

Mais um dado interessante, mostra que 44% das pessoas estão sacando dinheiro da poupança ou aplicações financeiras para pagar as contas. Do mesmo modo, 44,5% estão deixando de guardar dinheiro.

Além disso, a maioria busca sempre a melhor oportunidade para comprar, pesquisando preços em folhetos e encartes, principalmente a Classe C (71%), seguida pela B (68%) e A (62%); e comprando sempre em liquidação, uma prática adotada de forma mais ou menos equilibrada em todos os extratos sociais, com média de 60%.

Corte ou adiamento da reforma da casa por classe social:

Classe Social Já fizeram cortes Pretendem fazer até o final de 2015
A 50% 25%
B 65% 18%
C 51% 27%

Fonte: Officina Sophia set/2015